Procuro selecionar sempre as madeiras que possuem melhor qualidades acústicas e que me permitam bom trabalho. Não uso verniz (externo ou internamente), e sempre uso cera como polimento final. As madeiras que mais tenho trabalhado no momento são:
Boxwood (buxus sempervirens) - cor amarelo claro apresentando manchas ou listras preta ou marrom, é a madeira clássica para instrumentos de sopro. Madeira leve, som doce e macio;
Grenadilla (dalbergia melanoxylon) - cor praticamente preta, muito densa e pesada (sonoridade forte e brilhante);
Mopane (colophospermum mopane) - cor castanho avermelhado com listras variando do marron ao preto. Madeira muito densa e pesada cuja sonoridade é forte e brilhante;
Kingwood (dalbergia cearensis) - cor marrom-violácea variando para o amarelo, vermelho e preto. Sonoridade rica e não tão forte quanto mopane ou grenadilla. Madeira não muito pesada;
Cocobolo (dalbergia retusa) - cor vermelha variando com listras amarelas, lilás e preto, madeira menos densa que mopane (sua sonoridade geralmente é um pouco mais forte que o boxwood). Se você for sucesptível a alergias eu não indico esta madeira;
Bocote (cordia elaeagnoides) - cor marrom variando com listras mais claras ao preto.
    Utilizo para o bloco da flauta doce a madeira cedro roxo aromático (juniperus virginiana).
    Também utilizo ocasionalmente outras madeiras como algumas espécies de rosewood, gentileza solicitar informação caso deseje. Importante salientar que mesmo descrevendo um pouco a coloração das madeiras, as mesmas sofrerão oxidação com o decorrer do tempo de uso e ficarão mais escuras, umas mais que outras. 

Contate-nos

Contato

Marcos Ximenes FaceBook - Marcos Ximenes
Fortaleza - CE
85 98836 2216 mximenesflautas@gmail.com